[Day 1: 2 de novembro – Genebra] Chegando a Genebra

Para mim ficou até fácil andar em Genebra porque a Rhaíssa tinha ido um mês antes de mim. Com isso, todas as instruções foram repassadas, como apertar o botão para abrir a porta do ônibus, pegar o bilhete de graça no aeroporto e adjacências.
Genebra é uma cidade bonita, mas muito cara, meu Deus do céu! Já estava me sentindo mal por conta dos preços de tudo, tudo, tudo ser extremamente caro para quem trabalha com o real. Dai eu fiquei pensando nas vezes que eu tenho acesso a restaurantes baratos em Florianópolis para almoçar, pensei também no RU (Restaurante Universitário), hahahaha! =/
Para começar a jornada fiquei na casa de um contato da Rhaíssa (CouchSurfing), fora de Genebra, por ser sido muito mais muito difícil achar pessoas disponíveis para me hospedar. Não sei se foram os feriados, a semana dos estudos em casa (que eu só soube disso quando estava lá), enfim, só sei que foi penoso enviar tantas mensagens e não conseguir praticamente nada.
Depois de deixar minha bagagem na casa, voltei para Genebra para ir prontamente ao Escritório das Nações Unidas em Genebra (UNOG). Nossa, que mundo ein! A hierarquia, a estrutura, a segurança…é como a Rhaíssa estava falando, quando estudamos ou vemos falar sobre a ONU, muitas vezes não temos noção que como ela é de fato (e ainda não temos, até porque ficamos nos bastidores). Como já fui tarde lá (oh tempo que eu gasto me deslocando), só consegui preencher os formulários, pegar algumas informações sobre o sistema e saber como eu chegava aos locais. Fiquei bastante emocionada por estar lá, especialmente por estar tendo conferências, toda a dinâmica das pessoas discutindo, debatendo e circulando pelos espaços.

Pensei que as bandeiras do Brasil e de Ruanda estavam juntas, no dia seguinte vi que eu vi errado, rs!
De noite já estava destruída por conta do voo, puxar de um lado para o outro a mala e adjacências.
O que eu aprendi:
1. Network: conheci um argentino no aeroporto e uma brasileira no voo, foram conversas tão legais e que me deixaram mais segura de viajar sozinha. Como eu digo, as conexões humanas são necessárias.

2. O transporte público em Genebra funciona! Nossa, outra experiência ter uma circulação urbana integrada.
3.  A natureza é linda ❤ amei as árvores, acredito que foi uma das primeiras coisas que eu observei! *.*Tinha árvore amarela, marrom, de vários tipos. A paisagem é linda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s